20.8 C
Brasil
terça-feira, maio 18, 2021

Tiago Leifert comenta vitória de Juliette no ‘BBB 21’: ‘Apanhou muito na casa’

O apresentador Tiago Leifert surpreendeu o público ao mudar sua estratégia na final do “BBB 21” sendo que, ao invés de anunciar quem ficou...

YouTube ignorou alertas de funcionários sobre avanço de ‘vídeos tóxicos’

Criticado por permitir que vídeos de conteúdo falso ou questionável viralizassem, o YouTube ignorou por anos propostas dos próprios funcionários para frear o avanço desse tipo de material na plataforma, segundo uma reportagem da “Bloomberg” publicada nesta terça (2).

A liderança do site de vídeos estaria mais preocupada em turbinar o engajamento do público do que combater conteúdo extremista, conspiracionista e perturbador.

Segundo um ex-funcionário ouvido pela agência, o objetivo do YouTube era atingir 1 bilhão de visualizações por dia. Para isso, o site ignorou uma proposta de banir da aba de recomendações vídeos que estivessem perto de violar as políticas de uso da plataforma. Ao contrário, continuou a recomendar vídeos independentemente do seu potencial controverso.

“Posso dizer com muita confiança que eles [a chefia do YouTube] estavam errados”, diz um ex-funcionário ouvido pela reportagem. O texto também descreve como a equipe de moderação lutava para ter um orçamento maior mesmo operando com menos de 20 funcionários.

Os funcionários que não pertenciam à equipe de moderação eram desencorajados por advogados da companhia a realizar buscas por vídeos de conteúdo tóxico. A lógica era a de que a companhia poderia ser responsabilizada caso existisse provas de que funcionários da companhia tinham conhecimento desse material.

Um ex-funcionário diz que Susan Wojcicki, presidente executiva do YouTube, nunca tentou tornar as coisas mais favoráveis a limitação do conteúdo e que ela se preocupava apenas em administrar a parte de negócios da companhia.

À “Bloomberg”, um representante do YouTube disse que o site começou a tomar medidas em 2016 e passou a desmonetizar canais que promoviam conteúdos prejudiciais em 2017.

Em 2018, o YouTube passou a incluir um box de informações em vídeos conspiratórios e remover anúncios de conteúdo de potencial perigoso. Apenas em janeiro deste ano, parou de recomendar vídeos com este teor.

*Com Estadão Conteúdo

Latest Posts

Plasfer: Sustentabilidade a partir da reciclagem

A Plasfer Healthcare Products & Solutions, uma empresa que ajuda diversos setores na reciclagem de seus produtos, diz que é por meio...

‘Levei socos no rosto, no estômago e no peito’, diz repórter da Record TV agredido em reportagem

O repórter Ronaldo Daros, da NDTV, emissora afiliada Record TV em Santa Catarina, viveu um “filme de terror” durante a gravação de uma reportagem...

OCDE: 67% dos estudantes brasileiros de 15 anos confundem fato e opinião

Um relatório da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgado no começo do mês revelou que 67% dos estudantes de 15 anos do...

Conteúdo esportivo ao vivo e animações consagradas: O que terá na plataforma de streaming Star+

Os serviços de streaming estão dominando cada vez mais o cenário nacional e, neste ano, além da chegada da HBO Max, outro serviço que...

Ultimas Notícias

Salão do Automóvel: a importância da tradição e suas sedes

Fernando Siqueira Carvalho, grande entusiasta do setor automobilístico, diz que todos os anos, em várias cidades do mundo, acontecem os salões de...

‘B.O. favorito’, melhor casal e melhor feat: Veja as categorias do prêmio ‘BBB 21’

O Big Brother Brasil 2021 acabou nesta terça-feira, 4, com Juliette campeã com 90,15% dos votos. Mas ainda tem algumas emoções para os fãs....

‘BBB 21’: Fiuk recebe 4,62% dos votos e fica em 3º lugar

O cantor Fiuk recebeu 4,62% dos votos e ficou em 3º lugar na final do ‘Big Brother Brasil 21’. Além da posição no pódio,...

Camilla de Lucas é a segunda colocada do ‘BBB 21’ com 5,23% dos votos

A influenciadora Camilla de Lucas recebeu 5,23% dos votos e conquistou o 2º lugar do “Big Brother Brasil 21“. A carioca foi para a...

‘BBB 21’ é dela: Juliette vence o reality e fatura o prêmio de R$ 1,5 milhão

Juliette resistiu aos 100 dias de confinamento e é a grande campeã do “BBB 21” com 90,15% dos votos. O segundo lugar ficou com...