22.7 C
Brasil
terça-feira, maio 18, 2021

Adriane Galisteu revela bastidores e desafios do ‘Power Couple’: ‘Jamais penso em assumir o lugar do Gugu’

O público pediu e Adriane Galisteu se prepara para voltar em grande estilo à TV aberta neste domingo, 9. A apresentadora passa a comandar...

OnlyFans: por dentro da rede social que faz sucesso com nudes de artistas

ELA CRESCEU - Bella Thorne: conhecida por participações na Disney, a atriz faturou 2 milhões de dólares com a rede social –Reprodução/Instagram

Nos últimos meses, a rede social britânica OnlyFans se tornou um fenômeno da internet graças a uma estratégia criativa. Apesar de oferecer conteúdo adulto — ou seja, fotos e vídeos eróticos —, ela conseguiu a proeza de ser reconhecida como um site, digamos, sério. Ao mesmo tempo que é possível acessar, mediante o pagamento de uma assinatura, imagens pornô, o usuário encontra aulas de música, dicas de ioga, consultoria de moda e uma série de outras utilidades. Assim, a pessoa que é adepta da rede pode dar a desculpa, para o parceiro ou parceira, que não está ali por causa da nudez, mas sim pelos demais tópicos disponíveis. Outro fator decisivo para o sucesso foi a estratégia de remunerar influenciadores digitais e produtores de conteúdo para que se exponham no site. Eles recebem um valor pelo número de acessos, e podem realmente amealhar pequenas fortunas.

Foi o que ocorreu com a atriz americana Bella Thorne, de 22 anos, conhecida por estrelar produções da Disney e seguida por 24 milhões de pessoas no Instagram. Bella embolsou 2 milhões de dólares menos de uma semana depois de prometer publicar nudes na rede social. Cada assinante pagaria 200 dólares para receber um pacote exclusivo de imagens. Um deles chegou a perguntar se ela estaria realmente nua. “Sem roupas”, respondeu a atriz. Não foi o que aconteceu. Bella, ao contrário do prometido, publicou fotos de biquíni e lingerie, mas evitou a nudez completa. Revoltados, os seguidores começaram a pedir reembolso, o que obrigou a plataforma a mudar algumas regras de uso. As gorjetas, antes sem limite de valor, ficaram estipuladas em, no máximo, 100 dólares. A remuneração paga aos criadores de conteúdo passou a ser mensal, em vez de semanal, como anteriormente. A OnlyFans afirmou que as adaptações já estavam nos planos. Além de Bella, a rapper Cardi B também tem um perfil na plataforma e o site foi citado em uma música da cantora Beyoncé.

No mercado desde 2016, a Only­Fans foi criada na Inglaterra pelo empreendedor Timothy Stokeley. Estima-se que o faturamento da empresa fique entre 90 e 100 milhões de dólares. No ano passado, seu crescimento superou 300%, até chegar à marca de 60 milhões de assinantes. Em nota, a companhia afirmou “que está vivendo forte crescimento na América Latina”, embora não abra informações financeiras. Até o momento, mais de 1,5 bilhão de dólares foram pagos a criadores de conteúdo. “A OnlyFans revoluciou a forma como influenciadores se relacionam com os seus seguidores, ao entregar conteúdo mais rico e autêntico, livre de apoios de marcas, campanhas e comissões de publicidade no YouTube”, disse a empresa.

Após a repercussão negativa com as falsas promessas de nudez, Bella Thorne se manifestou publicamente e, é claro, disse que tudo não passou de um mal-entendido: “Quis chamar atenção para o site. Quanto mais gente nele, maior a chance de normalizar os tabus. Ao tentar fazer isso, magoei vocês. Vou me encontrar com a Only­Fans para discutir novas restrições e descobrir o que houve”. Ela, porém, não sem manifestou sobre a possibilidade de devolver os 2 milhões de dólares. Mesmo após a derrapada, a rede não para de crescer: a cada 24 horas, 250 000 novos usuários se cadastram na plataforma. Durante a pandemia, com as opções de entretenimento limitadas às possibilidades dentro de quatro paredes, a plataforma registrou um aumento de 42% na criação de contas. Sites assumidamente pornográficos também tiveram forte expansão durante os meses de confinamento. A nudez, como sempre, é um afrodisíaco para os negócios.

Publicado em VEJA de 23 de setembro de 2020, edição nº 2705

Continua após a publicidade

Latest Posts

Fintech que opera no Brasil desde outubro ganha aporte de R$ 210 milhões

A fintech australiana Stake acaba de receber um aporte de 210 milhões de reais para financiar seu processo de expansão global. A empresa, que desembarcou...

Diretor do ‘Power Couple’ revela qual casal protagonizou o ‘gemidão’ no reality; veja

Rodrigo Carelli, diretor do “Power Couple Brasil”, acabou com o mistério e revelou qual foi o casal que protagonizou momentos quentes dentro reality. A...

Facebook lança campanha contra exploração infantojuvenil

Em alinhamento com o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, neste 18 de maio, o Facebook e...

Plasfer: Sustentabilidade a partir da reciclagem

A Plasfer Healthcare Products & Solutions, uma empresa que ajuda diversos setores na reciclagem de seus produtos, diz que é por meio...

Ultimas Notícias

Caio se incomoda com vídeo exibido na final do ‘BBB 21’: ‘Estou muito chateado’

Quando Caio entrou no “BBB 21” e viu que Rodolffo era um dos participantes do grupo camarote, ele não escondeu que é um grande...

Fátima Bernardes chora ao falar de pandemia e Paulo Gustavo: ‘Mortes poderiam ser evitadas’

Fátima Bernardes começou o “Encontro” desta quarta-feira, 5, dizendo que era para ser um dia de festa, pois falaria da repercussão da final do...

Campeã do ‘BBB 21’, Juliette conta se já respondeu mensagem de Luan Santana

Assim como disse Tiago Leifert no seu discurso na grande final do “BBB 21”, Juliette pode ter sido perseguida e excluída na casa mais...

Salão do Automóvel: a importância da tradição e suas sedes

Fernando Siqueira Carvalho, grande entusiasta do setor automobilístico, diz que todos os anos, em várias cidades do mundo, acontecem os salões de...

‘B.O. favorito’, melhor casal e melhor feat: Veja as categorias do prêmio ‘BBB 21’

O Big Brother Brasil 2021 acabou nesta terça-feira, 4, com Juliette campeã com 90,15% dos votos. Mas ainda tem algumas emoções para os fãs....