24.3 C
Brasil
domingo, novembro 28, 2021
spot_img

Conheça a história do livro “Vermelho, Branco e Sangue Azul” – resenha literária

Frederico Gayer Machado de Araujo se considera um leitor assíduo e, sendo assim, tem grande interesse no universo literário. Nos últimos tempos ele nos revelou ter ouvido muito sobre o romance da autora Casey Mcquiston e, em busca de entender o que havia demais nessa obra, adquiriu seu exemplar de “Vermelho, Branco e Sangue Azul”, publicado no Brasil pela editora Seguinte.

Trata-se de um romance New Adult repleto de clichês – o que, para muitos não se enquadra como algo negativo -, que segundo Frederico Gayer Machado de Araujo, nos apresenta Alex, um garoto latino, filho da presidenta dos Estados Unidos e Henry, um príncipe britânico.

Frederico Gayer Machado de Araujo comenta que a temática LGBTQ+ é abordada de uma forma leve e com muito humor e amor.

Sendo um prato cheio para quem busca um romance completo, Frederico Gayer Machado de Araujo revela que o enredo nos entrega dois personagens que se odeiam e que, basta apenas um tempo ao lado do outro para descobrir que o sentimento que nutrem, na verdade, é o oposto de ódio. No entanto, como todos os bons livros de romance, a história de amor entre os rapazes é proibida, o que gera uma grande confusão.

A história é natural, explica Frederico Gayer Machado de Araujo, trazendo personagens cheios de personalidade e que dão vontade de acompanhar, uma vez que você vai, gradativamente, se apegando a eles.

Além do romance, a autora desenvolve também, um cenário político muito bem preparado, lidando, ainda, com pautas importantes que são alternadas com cenas de humor capazes de arrancar boas risadas durante a leitura.

Por fim, Frederico Gayer Machado de Araujo recomenda a leitura, principalmente a aqueles que buscam por romances bem construídos e personagens encantadores.

spot_img

Ultimas Notícias