Aos 80 anos, Dona Onete leva Pará ao Rock in Rio: ‘Canto carimbó, bolero, rock. Faço o que eu quiser’

Cantora transformou hobby em carreira depois dos 60 e diz que não se rende ao mercado. Ela comandará encontro paraense: ‘Quando chego, o povo até me pede em casamento’. Quando não está cantando, Dona Onete gosta de contar histórias. Narra, por exemplo, a época em que atravessava de canoa o banzeiro – agitação das águas […]

Continuar lendo