O governo de Evo Morales denunciou na sexta-feira “uma tentativa de golpe de Estado” e acusou os oponentes de conspirar para derrubá-lo após um motim policial em pelo menos duas regiões, parte da agitação que sacode a Bolívia depois das controversas eleições presidenciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *