A cerimônia promete ser igual a um conto de fadas

Se o pedido de casamento de Luan Santana e Jade Magalhães já foi um arraso, imagina como será a cerimônia! Em entrevista ao Gshow, o cantor contou como foi os preparativos para pedir a mão de sua amada e detalhes em primeira mão sobre sua festa.

Casamento de Luan Santana e Jade Magalhães pode ser em um castelo

O conto de fadas que eles estão vivendo se tornará real, pois o casamento de Luan Santana e Jade Magalhães poderá ser em um castelo. “A gente já conversou muito sobre os lugares do casamento, mas não chegamos a uma conclusão. Já pensamos no clássico príncipe e princesa em um castelo“, contou o artista.

E sobre o pedido de casamento, Luan revelou como planejou esse momento tão especial. “Planejei o pedido há, pelo menos, 2 meses. Comprei a aliança há 2 meses e fiquei escondendo dela. Quando ela ia lá em casa, colocava em vários lugares diferentes”.

Aliás, o voto de amor entre os pombinhos foi feito em um passeio de balão em Portugal, e Luan afirmou que tem medo de altura. “O voo de balão é complicado. Não tem muitos e é muito concorrido. Tenho problema com altura. Eu fiquei nervoso demais! É uma coisa que você só faz uma vez, né? Nunca tinha pedido alguém em casamento. Fiquei mais preocupado com isso do que com o voo de balão!”, revela.


Jade e Luan irão morar juntos

O casal estão juntos há 12 anos, mas eles nunca moraram na mesma casa. Jade Magalhães mora em Paraná e Luan Santana comprou uma mansão babadeira em São Paulo, e o casamento será a oportunidade perfeita para se juntarem de vez. “Estamos conversando sobre isso. Eu acho legal. Ela, de início, não achava muito. Queria casar primeiro“, explicou o cantor.

E sobre as idas e vindas do casal, Luan explicou o que aconteceu. “Era difícil porque, além dessa loucura que é minha vida e o fato de a dela ser totalmente diferente, nós éramos muito novos. Eu queria aproveitar, sair… Com 17 anos tudo era muito novo para mim“.

E sobre o pedido de casamento, o sertanejo contou que não há dúvidas que é isso que quer para o resto de sua vida. “Não me senti pressionado de forma alguma e nem isso influenciou na minha ideia. Eu tinha consciência de que quando eu sentisse que era o momento certo tudo ia acontecer de forma muito natural. A ficha caiu um pouco antes do pedido. A gente começa a sentir, a pensar no futuro, olhar as crianças na rua e ter vontade de ter uma também… Acho que com todo mundo é assim, né? Foi o que aconteceu comigo. Sou muito transparente, aí decidi e mandei ver“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *