Fátima Bernardes
Fátima Bernardes entrevistou os pais da menina Ágatha, vítima de “bala perdida” no Rio (Imagem: Reprodução / Globo)

Os pais da menina Ágatha, de apenas 8 anos, morta na última sexta-feira (20) após ser atingida por uma “bala perdida” no Rio de Janeiro, em meio a um suposto confronto da polícia com traficantes no Complexo do Alemão, se pronunciaram pela primeira vez durante o Encontro com Fátima Bernardes desta terça-feira (24).

Ainda visivelmente abalada, Vanessa Sales, mãe da vítima, falou sobre a filha e relatou os momentos de terror que viveu após a criança ter sido atingida.

“Ela no meu colo, subimos na Kombi, chegamos num certo local. As pessoas foram descendo e eu coloquei ela de lado [para descermos também]”, descreveu, segurando a emoção e respirando fundo. “Até que eu ouvi um barulho, e ela começou a gritar: ‘Mãe! Mãe! Mãe!’, e nos abaixamos”, lembrou, antes de contar que a menina havia sido atingida.

O pai de Ágatha, Adegilson Lima, também esteve presente, mas aos prantos, mal conseguia falar com Fátima Bernardes. “Eu só quero justiça”, pediu em meio ao choro. 

O relato emocionante e detalhado de Vanessa comoveu não só os convidados do programa, como também a própria apresentadora. “Ela vivia sorrindo, ela vivia sempre querendo ajudar as pessoas”, disse Vanessa, sorrindo ao relembrar de Ágatha. “Pelas fotos dá para ver que ela era uma menina muito feliz. Vocês fizeram dela uma menina muito feliz”, ressaltou Fátima. 

Ao fim da participação no programa, Adegilson fez um apelo ao governador do Rio Wilson Witzel para que repense a política para confrontar os traficantes. “Governador, por favor, muda essa política de atirar, porque o que aconteceu com a minha família pode acontecer com outras famílias também”, implorou. 

Confira algumas reações no Twitter:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *